MUVIR

Investimento Imobiliário: Lei de Assistência Técnica para Habitação

Desvende a Lei de Assistência Técnica para Habitação

A ATHIS exige que projetos habitacionais considerem não apenas a construção física das moradias, mas também a infraestrutura e os serviços essenciais. 

Isso garante que as moradias sejam projetadas para atender às necessidades básicas e oferecer conforto aos residentes.

Em nossa primeira etapa, mostramos o que é a e como funciona

A ideia da nossa segunda etapa é explicar passo a passo como você pode se beneficiar do programa. 

icone do wi fi em um smartphone wi fi smartphone telefone celular internet wi fi 1435096046440 v2 4x3

Conecte-se a redes Wi-fi gratuitamente

Existem apps que garantem internet de qualidade onde quer que você vá. Saiba mais clicando no botão abaixo.

Direitos dos cidadãos beneficiados pela ATHIS:

No âmbito da Lei de Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social (ATHIS), os indivíduos agraciados pela legislação são dotados dos seguintes direitos:

Acesso à Moradia Adequada e Culturalmente Alinhada: 

O direito à obtenção de moradia digna e apropriada é inalienável, considerando-se as particularidades culturais e sociais dos beneficiários.

Participação Ativa no Planejamento e Decisões Habitaconais: 

O direito à participação efetiva no processo de concepção e tomada de decisões acerca dos projetos habitacionais é salvaguardado, possibilitando a influência na configuração dos empreendimentos.

Informação Transparente sobre Projetos e Cronogramas: 

O direito à informação transparente e integral acerca dos projetos, cronogramas e benefícios associados é assegurado, proporcionando clareza sobre os compromissos envolvidos.

Integração em Comunidades Providas de Serviços Essenciais: 

O direito a residir em comunidades integradas, dotadas de serviços básicos cruciais, como água, eletricidade e saneamento, é garantido, promovendo condições de vida adequadas.

Responsabilidades das Autoridades e Órgãos Governamentais na Execução da Legislação:

No contexto da implementação da ATHIS, incumbe às autoridades e órgãos governamentais as seguintes responsabilidades:

Mitigação da Corrupção e Garantia da Efetividade: 

A responsabilidade pela adoção de medidas para a mitigação da corrupção e pela garantia da efetivação dos benefícios aos destinatários apropriados é destacada, visando a integridade e eficácia do processo.

Portanto, a ATHIS enuncia direitos essenciais dos cidadãos beneficiados e estipula responsabilidades críticas das entidades governamentais, em busca da concretização efetiva de moradia digna e do desenvolvimento habitacional sustentável.

Como ser beneficiário?

Para se tornar um beneficiário da Lei de Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social (ATHIS), é necessário seguir algumas etapas e cumprir os critérios estabelecidos. 

Aqui está um guia passo a passo:

Verificação dos Requisitos de Renda:

Verifique se sua renda se enquadra nos critérios estabelecidos pela ATHIS, que normalmente é de até três salários mínimos por família. 

Essa é uma condição essencial para ser elegível como beneficiário.

Identificação de Necessidades Habitacionais:

Tenha uma casa que necessite de reformas ou melhorias, ou possua um terreno onde você deseja construir uma moradia. 

A ATHIS se aplica tanto à reforma de habitações já existentes quanto à construção de novas moradias.

Localização de Entidades Habilitadas:

Descubra quais instituições, órgãos governamentais ou escritórios estão habilitados para oferecer assistência técnica habitacional sob a ATHIS em sua região. 

Isso pode incluir CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), prefeituras ou órgãos estaduais responsáveis pelo programa.

Dirija-se ao CRAS ou à instituição habilitada mais próxima de você. 

Comunique sua intenção de participar do programa ATHIS e solicite orientações sobre os próximos passos.

Registro e Documentação:

Prepare os documentos necessários, que podem variar dependendo das exigências locais. 

Geralmente, é necessário apresentar documentos de identificação, comprovante de renda, comprovante de propriedade do imóvel (ou contrato de aluguel, se aplicável) e outros documentos relevantes.

Encaminhamento e Avaliação:

A instituição responsável avaliará sua elegibilidade e necessidades habitacionais. 

Os responsáveis podem agendar visitas ao local para avaliar as condições atuais e definir quais melhorias são necessárias.

Acompanhamento e Assistência Técnica:

Caso seja aprovado como beneficiário, você receberá assistência técnica de profissionais qualificados, como arquitetos e paisagistas, para elaborar projetos e orientar as melhorias ou construção da habitação.

Implementação e Acompanhamento:

Com o suporte técnico, as melhorias serão implementadas conforme o planejado. 

A instituição ou órgão responsável acompanhará o progresso para garantir que tudo esteja consoante o projeto.